sábado, 28 de julho de 2018

JAL e China Eastern Airlines formarão grande aliança

A JAL e a China Eastern, que já têm um acordo de partilha de códigos, expandirão a parceria para coordenar mais de perto cronogramas de voos, vendas e outras operações
JAL e China Eastern Airlines

A JAL- Japan Airlines estabelecerá uma compreensiva aliança com a China Eastern Airlines, a primeira do tipo entre uma empresa aérea japonesa e uma chinesa, contra um cenário de relações de melhoria entre os dois países.

As duas companhias aéreas, que já têm um acordo de partilha de códigos, expandirão a parceria para coordenar mais de perto cronogramas de voos, vendas e outras operações.

As empresas dizem que o negócio vai melhorar a conveniência do passageiro.

A JAL e a China Eastern visam abril como o mês para o novo empreendimento decolar, faltando apenas a avaliação antitruste em ambos os países.

A demanda para viagens aéreas entre as duas grandes economias da Ásia poderá aumentar, e as empresas querem estar em melhor posição para atendê-la.

A maior porcentagem de turistas estrangeiros que vem ao Japão é da China, enquanto o número de japoneses que viajam ao país vizinho está se recuperando.

A parceria cobrirá voos entre os dois países, assim como rotas domésticas.

O número de voos entre os dois países diminuiu bruscamente após 2010, quando o sentimento antijaponês aumentou na China por causa de uma disputa territorial sobre as Ilhas Senkaku no Mar do Leste da china.

Como as discussões bilaterais no setor de aviação ficaram paralisadas, o Japão concluiu um acordo de céus abertos com a China no final de 2012.

Recentemente, no entanto, as relações ficaram mais cordiais e turistas da China estão viajando em peso à terra do sol nascente. Enfrentando uma guerra comercial com os EUA, a China certamente não vai querer antagonizar o Japão também, cita o Nikkei.
Fonte: Portal Mie com Nikkei